Trabalhadores da Iaco Agrícola rejeitam proposta em Assembleia Geral e entram em estado de greve

junho 19, 2018 No Comments »
Trabalhadores da Iaco Agrícola rejeitam proposta em Assembleia Geral e entram em estado de greve
Assessoria de Comunicação – Sintrab

Após esgotar todas as possibilidades de negociação com a empresa Iaco Agrícola, o Sintrab de Costa Rica apresentou aos trabalhadores, na manhã do dia 19/06, em Assembleia Geral, realizada na rodoviária na sede da empresa e a tarde na Indústria, a proposta da última reunião de negociação do Acordo Coletivo – Safra: 2018/2019.

A proposta apresentada pela Iaco Agrícola na última reunião no dia 15/06 com o Sintrab foi: manter as cláusulas do Acordo Coletivo Safra: 2017/2018; reajuste salarial retroativo a 1º de maio no valor do INPC (Índice de preços ao Consumidor) de 1,69 %; bônus de R$ 50,00 como parte do pagamento do Plano de Saúde, que hoje custa R$ 87,00; Salário creche mensal de R$ 265,00, para cada crianças de 0 a 1 ano de idade e diminuição do horário de almoço em 20 minutos, que serão pagos como horas extras a cada mês. Rejeitada pelo Sintrab, na mesma reunião, a proposta acima foi apresentada aos trabalhadores da Iaco Agrícola nessa Assembleia geral.

O Sintrab na última reunião de negociação defendeu a seguinte proposta para o Acordo Coletivo Safra: 2018/2019: manter as cláusulas do Acordo Coletivo Safra: 2017/2018; reajuste salarial pelo INPC de 1,69%; Plano de Saúde integral a todos trabalhadores da empresa; Salário creche mensal de R$ 265,00, para cada criança de 0 a 1 ano e  ajuda de custo mensal de transporte no valor  de R$ 300,00.

Como não houve consenso nesta última reunião, o Sintrab de Costa Rica convocou Assembleia Geral dos trabalhadores da Iaco Agrícola para deliberar sobre a proposta da empresa apresentada no último dia 15/06. Nas duas Assembleias realizadas no dia 19/06, por aclamação, e unanimidade, os trabalhadores cerca de 300 na primeira Assembleia e cerca de 150 na segunda Assembleia, rejeitaram a proposta da empresa apresentada e aprovaram o estado de greve.

Diante desse resultado, segundo o Presidente do Sintrab, Geraldo Pereira de Paulo, o sindicato irá notificar a empresa, em até 72 horas, do resultado da Assembleia Geral e negociará uma proposta melhor a ser reapresentada aos trabalhadores. A empresa deverá apresentar uma contraproposta que evite a paralisação total, considerando que o estado de greve foi aprovado nessa Assembleia Geral, por maioria absoluta.

Agradecendo a presença de todos os trabalhadores presentes nas Assembleias, Geraldo, disse que: “os trabalhadores(as) mostraram que unidos com o sindicato tem mais força”. Estiveram presentes na Assembleia: Geraldo Pereira de Paulo (Presidente do Sintrab), Marinel Araujo Silva (Diretor Executivo), Marcia Cristina (Secretária) e Mirele (Colaboradora).

 
Views All Time

Views All Time
288
Views Today

Views Today
1