Nunca mais!!!

A direção da CNTQ relembra com pesar o dia 31 de março de 1964, data que remete as instituições e segmentos democráticos de nossa sociedade sobre uma triste face da história política e social da nação brasileira, que deu início a um longo período, com vinte e um anos de autoritarismo e injustiças, onde a legislação e direitos mínimos de cidadania e humanidade foram desrespeitados.

Muitos foram perseguidos, presos, torturados e assassinados, por uma ditadura militar feroz, que contou com o apoio de nações poderosas e de grande parte da mídia.

Anos de chumbo, onde direitos civis e constitucionais, como o de eleger o próprio presidente do Brasil, foram cerceados. E para os justos que tentavam questionar e reverter todo esse quadro caótico, instalado por militares, apoiados por representantes civis oriundos de uma elite vil e gananciosa.

Realidade triste e revoltante, onde não havia nenhum tipo de liberdade de expressão e, se as pessoas comentassem ou fizessem criticas ao regime e suas instituições golpistas, eram cruelmente perseguidas.

Tempos difíceis, também para o movimento sindical brasileiro, com prisões, cassações, perseguições e mortes de dirigentes e trabalhadores, junto às intervenções arbitrárias de entidades sindicais e representativas da classe trabalhadora.

Uma época aterrorizante que jamais deverá ser esquecida, tanto pelas ações de seus algozes, como em memória as suas vítimas e aos desaparecidos.

Sabemos que o processo de um sistema democrático no Brasil ainda caminha para um reconhecimento mais amplo e justo, visto as desigualdades sociais e, mais uma gama de necessidades econômicas e sociais que se fazem necessárias para que a população possa usufruir de direitos democráticos, que tanto foram negados no decorrer de todos os anos em que a ditadura nos manteve obrigatoriamente “calados”.

Um alerta, para que esse passado de agruras não mais se repita no Brasil e no mundo, em respeito às liberdades civis e a própria democracia.

Antonio Silvan Oliveira
Presidente da CNTQ
Views All Time
Views All Time
217
Views Today
Views Today
1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Please copy the string q6IuPg to the field below: