Campanha Salarial e Social dos Trabalhadores no Setor Industrial Farmacêutico de SP

abril 3, 2018 No Comments »
Campanha Salarial e Social dos Trabalhadores no Setor Industrial Farmacêutico de SP
*Imprensa FEQUIMFAR

FEQUIMFAR/Força Sindical e FETQUIM/CUT conquistam proposta que mantém direitos e avançam em cláusulas econômicas

“Com a unidade de ação entre os Químicos da Força Sindical e CUT, nesta rodada de negociação com setor patronal da indústria farmacêutica, conquistamos uma proposta de reajuste de 2,5% (com aumento real estimado em 0,72%), incidentes também sobre os atuais pisos salariais e PLR. Também avançamos no reajuste do Cartão Alimentação. Além disso, foram mantidas todas as cláusulas econômicas e sociais vigentes, tais como jornada de 40 horas semanais, licença-maternidade de 180 dias, medicamentos gratuitos e/ou subsidiados, entre outros.”

Sergio Luiz Leite, Serginho
Presidente da FEQUIMFAR (Federação dos Trabalhadores nas Indústrias Químicas e Farmacêuticas do Estado de São Paulo) e 1º secretário da Força Sindical
“A previsão de inflação do Banco Central pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que será divulgada oficialmente em 10 de abril é de 1,77%, então podemos destacar que a proposta está acima da inflação. Agora é hora de reunirmos nossos sindicatos filiados, realizar assembleias e ouvir a resposta das bases. Lembrando que somos a primeira grande categoria que negocia com a patronal neste começo de ano.”
Airton Cano, coordenador político da FETQUIM/CUT (Federação dos Trabalhadores do Ramo Químico do Estado de São Paulo)

 

“As lideranças do setor químico do estado de São Paulo, com unidade na ação conquistam uma negociação junto ao setor patronal farmacêutico, de forma a garantir manutenção das cláusulas sociais e avanços nas cláusulas econômicas. A ação do governo e do congresso nacional com o objetivo de prejudicar os trabalhadores, vem sendo vencida pela união das lideranças sindicais do setor farmacêutico do estado de São Paulo. Nossa luta continua, temos várias negociações acontecendo em outros estados onde tenho certeza que a união das lideranças sindicais, e o apoio dos trabalhadores irão garantir a vitória.”

Antonio Silvan Oliveira, presidente da CNTQ e do SINDIQUÍMICOS-Guarulhos

 

Com o objetivo de fortalecer a luta da categoria, hoje, em ação conjunta, dirigentes da FEQUIMFAR (Federação dos Trabalhadores nas Indústrias Químicas e Farmacêuticas do Estado de São Paulo), entidade filiada a Força Sindical, CNTQ e IndustriALL, da FETQUIM, entidade filiada à CUT, e Sindicatos filiados, estiveram reunidos com representantes do SINDUSFARMA (patronal) para rodada de negociação referente a Campanha Salarial e Social do dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Setor Industrial Farmacêutico.

 

Destaques da Proposta Patronal


Reajuste Salarial: 2,5% de reajuste (INPC/IBGE estimado em 1,77% mais 0,72% de aumento real estimado)

Com teto R$ 8.511,65 R$ (reajuste de 2,5% com estimativa de aumento real de 0,72%)

Valor fixo R$ 212,79 (reajuste de 2,5% com estimativa de aumento real de 0,72%)

Piso Salarial

Para empresas com até 100 empregados
Reajuste de 2,5% (com aumento real estimado de 0,72%)
De R$ 1.447,41 passará a ser R$ R$ 1.483,59

Para empresas com mais de 100 empregados
Reajuste de 2,5% (com aumento real estimado de 0,72%)
De R$ 1.629,13 passará a ser R$ R$ 1.669,84


PLR – Participação nos Lucros e Resultados 

Para empresas com até 100 empregados
Reajuste de 7,5% (com aumento real estimado de 5,63%)
De R$ 1.577,00 passará a ser de R$ 1.695,27

Para empresas com mais de 100 empregados
Reajuste de 7,5 % (com aumento real estimado de 5,63%)
De R$ 2.188,00 passará a ser R$ R$ 2.352,10


Cartão alimentação:

Empresas com até 100 funcionários

Reajuste de 9,23% (com aumento real estimado de 7,33%)

De R$ 201,40 para R$ 220,00
Empresas com mais de 100 funcionários
Reajuste de 10% (com aumento real estimado de 8,09%)
De R$ 300,00 para R$ 330,00

Acesso a Medicamentos: reajuste de 2,43% na correção do valor do subsídio pelo percentual de reajuste de medicamentos.

A partir de agora, dirigentes dos Sindicatos filiados farão assembleias em toda a base para apresentação da Proposta Patronal. A avaliação vai até o dia 9 de abril. Se a proposta for aprovada, será agendada a Assinatura da Convenção Coletiva de Trabalho no próximo dia 10 de abril.

Juntas, a FEQUIMFAR/Força Sindical e FETQUIM/CUT representam cerca de 56.500 trabalhadores no setor industrial farmacêutico em todo o estado de São Paulo.

Data-base da categoria é 1º de abril.

Views All Time

Views All Time
219
Views Today

Views Today
1