Trabalhadores da Axalta em estado de greve

Em assembleias realizadas nesta segunda-feira, dia 30 de março, os trabalhadores dos turnos da manhã e da tarde  aprovaram o estado de greve na empresa Axalta.  Nas assembleias realizadas pelo Sindicato dos Químicos de Guarulhos e Região – Sindiquímicos também foram aprovadas a reivindicação de abono emergencial de R$ 2 mil, a correção do cartão alimentação para  R$ 150,00 extensivo a todos os trabalhadores independente da função ou salário e cesta de material escolar a todos os trabalhadores.

Quanto a PLR 2015, os trabalhadores aprovaram a manutenção da discussão das mudanças no índice de pagamento, como também metas transparentes e de fácil compreensão e acompanhamento por parte de todos os trabalhadores. As metas para o ano de 2014 tiveram alta complexidade dificultando o acesso de comprovação dos resultados que eram divulgados, sendo que todos os trabalhadores  precisam estar cientes das metas factíveis com a sua realidade laboral e não sujeitos a metodologias externas.

A fim de resolver as demandas, foram realizadas inúmeras  reuniões entre Sindicato e empresa e diante do impasse em alguns temas e a demora da manifestação da empresa, a entidade sindical optou pelas assembleias com os trabalhadores que aprovaram também um prazo de uma semana para manifestação. Caso a empresa não atenda as reivindicações, não está descartada greve por prazo indeterminado.

Na ação na Axalta, o Sindiquímicos contou com o apoio do Sindicato dos Químicos de Itatiba, Sorocaba e Cosmopólis, Força Sindical/SP e Nacional e Confederação Nacional dos Trabalhadores no Ramo Químico – CNTQ.

 

Fonte: STI Guarulhos

Views All Time
Views All Time
394
Views Today
Views Today
1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Please copy the string oGzkWh to the field below: