Químicos avançam e conquistam primeiros acordos na Campanha Salarial do Etanol

*Imprensa Fequimfar

A Campanha Salarial e Social dos Trabalhadores nas usinas e destilarias de produção de etanol no estado de SP, data-base 1º de maio, está a todo vapor e avançando em várias regiões.

Nos últimos dias, rodadas de negociação entre Bancada de Trabalhadores e Patronal estão conquistando importantes acordos beneficiando a categoria.

A FEQUIMFAR (Federação dos Trabalhadores nas Indústrias Químicas e Farmacêuticas do estado de São Paulo, entidade filiada à Força Sindical)  e seus Sindicatos filiados representam 23 mil trabalhadores no setor.

Região de São José do Rio Preto
O Sindicato dos Químicos de São José do Rio Preto, presidido por João Pedro Alves Filho, já fechou acordo coletivo de trabalho com 5 empresas do setor. Os trabalhadores do Grupo Colombo (com 3 unidades) conquistaram reajuste de 7% em todos os salários, reajuste de 12,7% no vale-alimentação, verba indenizatória de 96% do valor praticado. Já os trabalhadores do Grupo Tietê (com 2 unidades) conquistaram reajuste de 7% em todos os salários e reajuste de 13,02% no vale-alimentação. Nos dois grupos empresariais, as demais clausulas dos Acordos Coletivos de Trabalho foram mantidas.

Região de Presidente Prudente
Presidido por Milton Ribeiro Sobral, o Sindicato dos Químicos de Presidente Prudente já fechou acordo a usina Cocal (Unidade de Narandiba). Cerca de 500 trabalhadores serão beneficiados com o acordo que garante a aplicação do índice do INPC do ano passado (2,46%) nos salários a partir de 1°de março de 2021; e, a partir de 1º de maio, os salários serão novamente reajustados com INPC integral*. Outra conquista foi o reajuste de 9,40% no vale-alimentação, além de manutenção de todas as demais cláusulas do Acordo Coletivo.

Região de Ipaussu
Cerca de 150 trabalhadores da usina Santa Maria serão beneficiados com o acordo firmado pelo Sindicato dos Químicos de Ipaussu, presidido por Edmar José dos Santos. Os trabalhadores conquistaram reajuste salarial de 7,68% a partir da data-base 1º de maio, além da manutenção de todas as cláusulas do Acordo Coletivo de Trabalho.

Região de Marília
O Sindicato dos Químicos de Marília, presidido por Maurílio Pereira Alvim, fechou acordo com a Cocal, de Paraguaçu Paulista, com reposição de 2,46% nos salários de março; e reajuste de 100% do INPC a partir da data-base 1° de maio. Cerca de 400 trabalhadores serão beneficiados.

* O INPC/IBGE estimado para o período é 7,68%

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Please copy the string NRAUch to the field below: