Aprovados novos remédios para tratar 15 doenças

*Panorama Farmacêutico
Novos remédios para o tratamento de 15 doenças foram liberados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) só este ano. Foram lançados medicamentos de referência, também conhecidos como “de marca”, e biológicos, produzidos a partir de organismos vivos, como células e bactérias.

Os medicamentos podem ser usados no tratamento de doenças como câncer de pele e de pulmão, doenças inflamatórias, diabetes, psoríase, entre outras.

O remédio Apalutamida, desenvolvido pela Janssen, é um tratamento que promete diminuir em 72% o risco de progressão para metástase (quando a doença se espalha para outras partes do corpo) ou morte em pacientes com câncer de próstata.

“Quando oferecemos aos pacientes um medicamento que é capaz de evitar a piora de seu quadro sem trazer efeitos colaterais muito impactantes, podemos realmente dizer que ele terá a chance não apenas de prolongar sua vida, mas principalmente de seguir desfrutando dela com qualidade”, afirma Telma Santos, diretora-médica da Janssen Brasil.

Outra novidade é a aprovação do trastuzumabe, pela Anvisa, para o tratamento auxiliar de pacientes com câncer de mama subtipo HER2-positivo em estágio inicial.

Já para quem sofre de esquizofrenia, foi aprovado o palmitato de paliperidona trimestral. Segundo o laboratório Janssen, a medicação é a primeira injeção de ação prolongada que requer só quatro doses ao ano, que previnem as recaídas e melhoram a qualidade de vida dos pacientes.

Na lista dos aprovados, também há um novo medicamento para psoríase que pode ser reaplicado a cada três meses, o Risanquizumabe.

“É uma terapia biológica, que muda o paradigma do tratamento da doença. A psoríase impacta a vida do indíviduo e, sempre que surge uma nova medicação, é um grande alento para o paciente”, destacou a dermatologista Elisabeth Lima.

Fonte: Tribuna Online
Views All Time
Views All Time
211
Views Today
Views Today
1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Please copy the string rs1my4 to the field below: